Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

24
Fev14

procuro silêncios

por Jorge Oliveira

em nenhum lugar
o encontro
como será sentir
a sua respiração no vazio?

um só bastaria
para saciar
esta sede e fome
do meu pensamento

tanto mas tanto
é o desejo  de o encontrar
quero parar este ruído
que me está
a corroer os sentidos

- cala-te poema!
procuro silêncios

Autoria e outros dados (tags, etc)

04
Fev14

sonho-te apenas perto de mim

por Jorge Oliveira


tão perto
estás ao pé de mim
tão longe
estou eu
presente em ti

tão perto
está tu no meu sonho
tão longe
estou eu
em teu desejo

tão perto
está este poema
dentro de mim
tão longe
o sentes
no coração em ti

este perto
que se faz longe
e este longe
que é tão perto
faz um perto de mim
por sentir-te tão longe
e num perto fim

se eu pudesse
fazer do perto longe
e o longe perto
tudo era entre mim e ti…

mas eu não posso...

e assim distante de ti
sonho-te apenas

perto de mim

Autoria e outros dados (tags, etc)

17
Jan13

poema sem palavras

por Jorge Oliveira

fujo das palavras
que me secam a alma
que conversam comigo
antes de escrever
discursam e discursam
lado a lado
por fim só
o absoluto silêncio
interrompido
pelo som oco
do pousar da caneta
em cima da mesa
na folha branca
que me enche a alma


Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.