Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

20
Mar14

doce sabor de um amor

por Jorge Oliveira

 

dolente o meu olfato
do perfume de teu corpo
divido-te entre duas tonalidades
harmonia ou engano

uma luz a requerer ser contraluz
e o preto a querer ser branco
abstratismo ou realismo puro
impressionismo ou cubismo de picasso
quiçá dali e seu surrealismo
a dar sentido ao teu corpo nu
nos traços e nas linhas curvas
desengano das minhas mãos
obra prima de arte visionada
de quem de fama não tem nada

ébrio fulgor de um veneno
ou doce sabor de um amor


Autoria e outros dados (tags, etc)

18
Mar14


nos meus olhos o amor se deitou
adormeceu com as memórias de ti
e na cama húmida de lágrimas sonhou
na noite das noites que não têm fim

noite escura onde brilham primaveras
de um ébrio amor de um luar ardente 
vindo de céus de estrelas de outras eras
onde dois corpos se amaram loucamente

e no calor da lareira onde me aqueço
queimo paixões de um desejo bem fugaz
nas labaredas de chamas no firmamento

aguardo o tão esperado silêncio de paz
nas cinzas que arrefecem diante o tempo

a reduzir a pó os poemas e quem os faz


Autoria e outros dados (tags, etc)

17
Fev14

viver eternamente em mim

por Jorge Oliveira

ajoelho-me perante a tua imagem
nos meus olhos eu já senti os teus
puro encanto de tão esbelta paisagem
ah! como fui eu um dia dizer-te adeus!

o que sonhei amei a dor o amor
pusesse eu os meus sonhos em sangue
para poder dar-lhes o seu devido valor
quantas vezes pensei nesse instante

os meus olhos nos teus assim choraram
e senti estranha tristeza em tanta mágoa
que meus olhos em tal pranto cegaram

hoje por saber de tudo isto morria por ti
afogava meu corpo dentro de tua alma
para poderes viver eternamente em mim

Autoria e outros dados (tags, etc)

04
Fev14

apenas com sentimento

por Jorge Oliveira


o que separa o sonho da fantasia:

- a alma, o corpo… o pensamento...?

qual a diferença de anos
que no amor pode caber
para que em dois seres

ele possa acontecer:

- 1, 3… 11, 21… 29, 31…?

onde começa a paixão
do amor e termina
o amor da compaixão:

- num olhar, num desejo… numa atração…?

por todo lado e lugares
procurei em manuais
enciclopédias, arquivos
e tudo o demais…

mas não encontrei respostas

por todo lado e lugares
perguntei a doutores, conselheiros
cientistas, investigadores…

mas não me deram respostas

mas eu sei

que tenho este sentir
verdadeiro como de menino

sou um estranho
rebelde ser humano
que não quer aprender
a viver nas regras
costumes e tradições
das pessoas deste lugar


mais que respostas

ou soluções exatas
eu só quero viver como sou:

- amar com amor


sem medidas ou convições
apenas com sentimento


Autoria e outros dados (tags, etc)

23
Jan13

dentro de mim sinto

por Jorge Oliveira


que faço eu de ti
se porém não sei de mim?

já me faltam os poemas
acabaram-se as palavras

a poesia são apenas lágrimas
nada nasce no que sou
acabou a inspiração
que nunca antes começou

só compreendo o meu coração
sou criança a aprender a vida
com problemas de expressão
e por nada saber de amores
dou-te o que conheço: flores

acabei agora por escrever
que sou mera  ilusão
tudo o que não queria ser
acaba nesta conclusão
 
de mim continuo sem saber
e de ti só recordo o sorriso
de tamanha admiração

que dentro de mim sinto

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.