Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


20
Mar14

doce sabor de um amor

por Jorge Oliveira

 

dolente o meu olfato
do perfume de teu corpo
divido-te entre duas tonalidades
harmonia ou engano

uma luz a requerer ser contraluz
e o preto a querer ser branco
abstratismo ou realismo puro
impressionismo ou cubismo de picasso
quiçá dali e seu surrealismo
a dar sentido ao teu corpo nu
nos traços e nas linhas curvas
desengano das minhas mãos
obra prima de arte visionada
de quem de fama não tem nada

ébrio fulgor de um veneno
ou doce sabor de um amor


Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.